Breaking News

Inicia julgamento do caso de falsificação de passaporte envolvendo Nini Satar



Iniciou, esta terça-feira, na cadeia de máxima segurança da Machava, província de Maputo, o julgamento do caso de falsificação de passaporte, envolvendo Nini Satar, condenado no caso do assassinato do jornalista Carlos Cardoso.

De acordo com o despacho de pronúncia, três arguidos estão em julgamento nomeadamente: Momade Abdul Satar conhecido por Nini Satar, Salim Momad Asslam, sobrinho de Nini Satar e Cidália Esmeraldo dos Santos, funcionária do Serviço Nacional de Migração (SENAMI).

À data dos factos, Cidália Esmeraldo dos Santos responsável pelo sector de produção de passaportes biométricos, teria facilitado passaportes a Nini Satar e outros cidadãos, refere a acusação.

Sem comentários