Breaking News

Presidente Português Lamenta Morte Do Líder Da Renamo


O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou ontem a morte do líder da Renamo, Afonso Dhlakama, pela qual expressou o seu pesar ao Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi.

Numa curta nota, de dois parágrafos, publicada no portal da Presidência da República portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa "lamenta a morte de Afonso Dhlakama" e "apresenta as suas condolências à família" do presidente da Renamo, referindo que "anos atrás" os dois se encontraram em Moçambique.

"Em mensagem enviada ao Presidente Nyusi, o chefe de Estado expressou o seu pesar pelo falecimento do líder da Renamo, partido com assento na Assembleia da República de Moçambique, e interlocutor privilegiado nos caminhos do diálogo, da paz e da concórdia neste nosso país irmão", lê-se na mesma nota.

Afonso Dhlakama, presidente da Renamo, morreu ontem, aos 65 anos.
Dhlakama vivia refugiado na serra da Gorongosa, desde 2016, como havia feito noutras ocasiões, quando se reacendiam os confrontos entre a Renamo e as forças de defesa e segurança de Moçambique.

Sem comentários